4 anos de tombo.pt

Parabéns a você, tombo.pt

Já passaram 4 anos desde o dia 4 de Junho de 2013, dia em que os indexadores do tombo.pt terminaram a passagem inicial pelos arquivos e passaram ao modo incremental diário que ainda é usado hoje em dia. Nesse dia, os arquivos portugueses tinham disponibilizado 137.572 dos 409.691 livros paroquiais catalogados. Hoje, estão disponíveis cerca do dobro desses livros (286.165 dos 501.272*).

Seguindo a nossa tradição em 2014, 2015 e 2016, apresentamos alguns dados sobre os últimos 12 meses nos Arquivos, antes de apresentarmos os dados sobre o tombo.pt.

1 ano nos Arquivos

No ano transacto, os arquivos portugueses disponibilizaram 20.333 livros paroquiais, passando de 265.832 livros para o total de 286.165. Neste momento faltam disponibilizar cerca de 87 mil livros, uma tarefa hercúlea que ao ritmo actual tardará ainda, pelo menos, quatro anos.

Já o ano passado tínhamos estimado quatro anos para que os arquivos colocassem todos os livros paroquiais online. O que é que se passou para que este ano esta estimativa se mantivesse em 4 anos em vez de passar para 3 anos? Talvez estas duas tabelas ajudem a explicar:

Intervalo Livros paroquiais
Número de livros paroquiais disponibilizados por ano
Junho 2013 - Junho 2014 54.054
Junho 2014 - Junho 2015 38.434
Junho 2015 - Junho 2016 35.748
Junho 2016 - Junho 2017 20.333
Número de dias úteis sem livros paroquiais novos por ano
Intervalo Dias úteis sem novidades
Junho 2013 - Junho 2014 15
Junho 2014 - Junho 2015 10
Junho 2015 - Junho 2016 16
Junho 2016 - Junho 2017 54

Parece claro que estamos a assistir a uma desaceleração do ritmo de publicação de livros paroquiais. Um dos motivos é que muitos dos arquivos mais produtivos já colocaram ou estão perto de colocar a totalidade dos seus livros disponíveis em versão digital. Por outro lado, cerca de metade dos livros por publicar pertencem aos 3 arquivos mais atrasados: Bragança, Guarda e Viana do Castelo. Finalmente, muitos dos arquivos que ainda estão a publicar preferem fazê-lo em grande quantidade em dias pontuais, em vez de publicar menos quantidade mais frequentemente.


Gráfico com a evolução do número relativo de livros disponibilizados por cada Arquivo
Fig. 1: Gráfico com a evolução do número relativo de livros disponibilizados por cada Arquivo, à excepção de Faro, Guimarães, Portalegre, Setúbal e Açores.


Este ano destacamos os seguintes eventos significativos:

14 de Julho de 2016
O Arquivo Distrital de Castelo Branco disponibiliza em apenas um dia 1483 livros, e termina o seu processo de digitalização e disponibilização online dos registos paroquiais.
3 de Agosto de 2016
O Arquivo Distrital de Leiria cumpre 100 anos de existência.
25 de Outubro de 2016
O Arquivo Nacional da Torre do Tombo começa a alterar os códigos dos livros paroquiais do distrito de Santarém de PT/ADLSB/PRQ para PT/TT/PRQ.
29 de Novembro de 2016
Os Arquivos Distritais de Bragança e de Évora cumprem 100 anos de existência.
21 de Dezembro de 2016
O Arquivo Distrital de Aveiro dá por concluído o seu processo de digitalização e disponibilização online dos registos paroquiais. Ao contrário do que anunciámos o ano passado, desta vez foi mesmo a valer.
31 de Janeiro de 2017
O Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira inaugura uma nova versão online, passando a usar software da mesma família que os arquivos distritais. Surgem as primeiras novidades do ABM desde que o tombo.pt existe.
22 de Março de 2017
O Arquivo Distrital da Guarda coloca online 1318 livros num só dia. Neste dia o ADGRD colocou online cerca de 73% do total de todo o ano.

Este ano os Arquivos distritais de Aveiro, Castelo Branco e Porto, juntaram-se aos Arquivos de Coimbra, Faro, Guimarães, Portalegre, Setúbal, Açores e talvez Lamego no grupo dos arquivos que já concluíram o seu projecto de colocação online dos registos paroquiais. É possível que Viseu e Braga também já tenham terminado ou estejam perto de terminar, uma vez que ambos diminuíram bastante o ritmo de publicação de livros paroquiais desde o final de Março de 2017 estando agora com mais de 95% dos seus livros paroquiais online.

O recordista deste ano foi outra vez o Arquivo de Évora, tendo colocado pouco mais de 3 mil livros. Entre si, 5 arquivos (Braga, Castelo Branco, Évora, Porto e Viana do Castelo) disponibilizaram perto de 12 mil novos livros paroquiais. É possível que a este ritmo, Évora se junte ao grupo de arquivos 'totalistas' já no próximo ano.

Na tabela seguinte apresentamos a evolução detalhada das estatísticas:

Comparação entre as estatísticas de livros disponibilizados por cada arquivo
Arquivo Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
%
4 de Junho de 2016 diferença 4 de Junho de 2017
Arquivo Nacional da Torre do Tombo 1511 37 1229 00,00% 1780 19 1714 01,87% 3291 56 2943 01,87%
Distrito de Santarém 1511 37 1229 00,00% 1780 19 1714 01,87% 3291 56 2943 01,87%
Arquivo Distrital de Aveiro 22095 21591 366 98,33% 94 589 -366 01,67% 22189 22180 0 100,00%
Arquivo Distrital de Beja 26215 14583 2837 83,71% 0 737 -425 02,68% 26215 15320 2412 86,40%
Arquivo Distrital de Braga 16935 13375 2558 83,95% 16 2323 -1814 11,53% 16951 15698 744 95,48%
Arquivo Distrital de Bragança 37228 6851 27296 20,06% 168 984 -850 02,79% 37396 7835 26446 22,86%
Arquivo Distrital de Castelo Branco 18655 16339 1123 93,57% 0 1483 -1096 06,28% 18655 17822 27 99,85%
Arquivo Universitário de Coimbra 18636 16740 274 98,39% 34 549 -19 00,16% 18670 17289 255 98,55%
Arquivo Distrital de Évora 33148 11739 5794 66,95% 76 3308 -1645 11,43% 33224 15047 4149 78,39%
Arquivo Distrital de Faro 9411 9111 35 99,62% 0 0 0 00,00% 9411 9111 35 99,62%
Arquivo Distrital da Guarda 74298 9397 16058 36,92% 318 1788 -1397 06,36% 74616 11185 14661 43,28%
Arquivo Distrital de Leiria 12461 7132 1279 84,79% 36 62 -11 00,22% 12497 7194 1268 85,02%
Arquivo Distrital de Lisboa 43050 26985 7645 77,92% -460 630 -1030 02,75% 42590 27615 6615 80,67%
Distrito de Lisboa 33710 24390 1340 94,79% 1051 466 400 -01,33% 34761 24856 1740 93,46%
Outros distritos 9340 2595 6305 29,16% -1511 164 -1430 06,98% 7829 2759 4875 36,14%
Distrito de Beja 362 0 362 00,00% 0 0 0 00,00% 362 0 362 00,00%
Distrito de Bragança 151 0 151 00,00% 0 0 0 00,00% 151 0 151 00,00%
Distrito de Castelo Branco 2028 5 2023 00,25% 0 8 -8 00,39% 2028 13 2015 00,64%
Distrito de Coimbra 2 0 2 00,00% 0 0 0 00,00% 2 0 2 00,00%
Distrito de Faro 1614 1419 195 87,92% 0 119 -119 07,37% 1614 1538 76 95,29%
Distrito da Guarda 2642 1122 1515 42,55% 0 0 0 00,00% 2642 1122 1515 42,55%
Distrito de Santarém 2457 49 1973 02,42% -1511 -37 -1229 -00,84% 946 12 744 01,59%
Distrito de Vila Real 84 0 84 00,00% 0 74 -74 88,10% 84 74 10 88,10%
Arquivo Distrital de Portalegre 19865 12145 50 99,59% 3 3 -1 00,01% 19868 12148 49 99,60%
Arquivo Distrital do Porto 39107 34100 1428 95,98% 385 3155 -926 02,69% 39492 37255 502 98,67%
Arquivo Distrital de Santarém 16153 5236 6230 45,67% 434 828 -509 05,79% 16587 6064 5721 51,46%
Arquivo Distrital de Setúbal 9967 9962 5 99,95% 0 0 0 00,00% 9967 9962 5 99,95%
Arquivo Distrital de Viana do Castelo 14386 3907 8029 32,73% 154 2077 -1422 14,79% 14540 5984 6607 47,53%
Arquivo Distrital de Vila Real 24939 14688 9192 61,51% 5 198 -180 00,78% 24944 14886 9012 62,29%
Arquivo Distrital de Viseu 30200 9967 691 93,52% 55 423 -371 03,50% 30255 10390 320 97,01%
Arquivo e Museu Diocesano de Lamego 13558 13473 54 99,60% 163 197 -22 00,17% 13721 13670 32 99,77%
Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira 8774 437 6639 06,18% -643 967 -1245 14,48% 8131 1404 5394 20,65%
Centro de Conhecimento dos Açores 5549 5549 0 100,00% 3 3 0 00,00% 5552 5552 0 100,00%
Arquivo Municipal Alfredo Pimenta 2492 2475 16 99,36% 3 10 -6 00,24% 2495 2485 10 99,60%
Arquivo Municipal de Mafra 13 13 0 100,00% 0 0 0 00,00% 13 13 0 100,00%
Total 498646 265832 98828 72,90% 2624 20333 -11621 03,74% 501270 286165 87207 76,64%

1 ano no tombo.pt

Este ano, o site passou de uma média de 2500 visitantes diários para cerca de 3250, como se observa no gráfico seguinte:


Visitas diárias entre Junho de 2016 e Junho de 2017
Fig. 2: Visitas diárias entre Junho de 2016 e Junho de 2017


Do ponto de vista de novas funcionalidades existe pouco a destacar:

1 de Março de 2017
Criação dos monitores de estado dos servidores dos Arquivos.
5 de Maio de 2017
Revelação do teaser da extensão para o Google Chrome do tombo.pt para melhorar a interface de leitura dos livros digitalizados.

Para encerrar este balanço, o autor do tombo.pt gostaria de agradecer os gestos de carinho que recebemos através de 'gostos' no Facebook e doações por parte dos utilizadores do site. Um sincero e enorme obrigado a vocês utilizadores do tombo.pt, e aos trabalhadores dos Arquivos Portugueses sem os quais o site rapidamente estagnaria. Uma palavra de apreço aos voluntários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que microfilmaram a maioria destes livros, e aos administradores voluntários dos fórums de Genealogia nas redes sociais, e aos administradores dos projectos portugueses na FTDNA.

1. A grande maioria dos 100 mil livros entretanto adicionados ao catálogo são provavelmente remessas oriundas das Conservatórias do Registo Civil, e como nunca foram microfilmados ou digitalizados pelos Mórmones poderão demorar algum tempo a serem colocados online.
2. O Arquivo e Museu Diocesano de Lamego segue o método original de adicionar os livros no catálogo ao mesmo tempo que os disponibiliza online,o que faz com que as estatísticas apontem constantemente para uma percentagem de disponibilização acima dos 98%, quando na realidade deve rondar nesta altura os 76%.