2 anos de tombo.pt

Parabéns a você, tombo.pt

Continuando a tradição iniciada o ano passado, assinalamos o segundo aniversário do site com uma retrospectiva ao ano que passou.

Este ano, o site continuou a crescer em conteúdo, visitantes e funcionalidades. Como se pode ver do seguinte gráfico, o crescimento foi notável em visitantes, tendo passado de uma média de cerca 1250 visitas diárias para pouco acima de 2000. Também em conteúdo passou-se a indexar alguns dados para além dos livros paroquiais, como passaportes, administrações de concelhos, processos de genere, etc. Quanto às funcionalidades, este foi o ano em que se lançou o boletim informativo e a versão em língua inglesa.

Visitas diárias entre Junho de 2014 e Junho de 2015

De forma mais detalhada, as datas significativas nestes 365 dias foram:

13 de Junho 2014
Publicação de conteúdo próprio: Como começar a sua árvore genealógica
16 de Julho 2014
Reconhecimento por parte da DGLAB na página oficial no Facebook
25 de Julho 2014
Indexação das administrações de concelho.
28 de Agosto 2014
Inicia-se a disponibilização do conteúdo do site em inglês, inicialmente apenas com as novidades diárias.
13 de Outubro 2014
Lançamento da parceria com a FamilyTreeDNA. A página do tombo.pt no Facebook atinge os 2500 gostos.
11 de Dezembro 2014
Lançamento do boletim informativo.
15 de Março 2015
Lançamento das "gorjetas" via Paypal.
16 de Abril 2015
A página do tombo.pt no Facebook atinge os 3000 gostos.

1 ano nos Arquivos

No ano que se passou, os arquivos Portugueses ultrapassaram a marca da metade de livros paroquiais online, tendo sido disponibilizados 38.434 livros paroquiais, tendo passado de 191.626 livros para o total de 230.060 actualmente.

Além do trabalho diário, durante este ano, tivemos algumas excelentes notícias:

16 de Setembro de 2014
O Arquivo Distrital de Viana do Castelo disponibiliza os seus primeiros livros em mais de nove meses.
13 de Novembro de 2014
O Arquivo Distrital de Setúbal dá por concluído o seu processo de digitalização e disponibilização em linha dos registos paroquiais.
18 de Novembro de 2014
O Centro de Conhecimento dos Açores termina o seu processo de disponibilização em linha dos registos paroquiais.
28 de Novembro de 2014
O Arquivo Distrital da Guarda disponibiliza os seus primeiros livros em mais de um ano.

Não menos especial, de realçar o trabalho dos Arquivos de Aveiro, Braga, Castelo Branco e de Lamego. Estes 4 arquivos juntos disponibilizaram exactamente 20.000 livros, mais do que todos os outros arquivos juntos. É interessante ver os diferentes métodos de trabalho, com Castelo Branco a "lançar" ocasionalmente vários milhares de livros ao mesmo tempo, e os outros três a progredirem com algumas dezenas quase diariamente. Esperemos que no próximo ano estes arquivos se juntem aos de Faro, Portalegre, Setúbal e Açores na conclusão dos seus projectos de disponibilização dos livros paroquiais. Por outro lado esperemos que Bragança, Évora e a Madeira, para além dos acima referidos Guarda e Viana do Castelo nos brindem com novidades mais frequentes.

Para terminar este artigo, deixo-vos com uma tabela com a evolução detalhada das estatísticas, e ainda dois gráficos onde é mais fácil perceber a evolução de cada arquivo, o primeiro com a evolução em termos absolutos (quantidade de livros) e o segundo em termos relativos (% do catálogo disponibilizado).

Arquivo Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
%
6 de Junho de 2014 diferença 5 de Junho de 2015
Arquivo Distrital de Aveiro 21911 13681 8230 62.4% 18 4939 -4921 22.5% 21929 18620 3309 84.9%
Arquivo Distrital de Beja 26091 12212 5218 70.1% 0 1958 -1957 11.2% 26091 14170 3261 81.3%
Arquivo Distrital de Braga 16818 5414 11404 32.2% 10 4562 -4552 27.1% 16828 9976 6852 59.3%
Arquivo Distrital de Bragança 35428 5495 29926 15.5% 1160 125 1035 -0.2% 36588 5620 30961 15.4%
Arquivo Distrital de Castelo Branco 18261 8292 9969 45.4% 2 6538 -6536 35.8% 18263 14830 3433 81.2%
Arquivo Distrital de Coimbra 17944 15038 2906 83.8% -7 1701 -1708 9.5% 17937 16739 1198 93.3%
Arquivo Distrital de Évora 19744 2723 17021 13.8% 93 280 -692 1.7% 19837 3003 16329 15.5%
Arquivo Distrital de Faro 9148 9111 37 99.6% 245 0 245 -2.6% 9393 9111 282 97.0%
Arquivo Distrital da Guarda 72876 759 29175 2.5% 1005 2205 -1200 7.0% 73881 2964 27975 9.6%
Arquivo Distrital de Leiria 10502 4804 5698 45.7% 220 889 -700 7.5% 10722 5693 4998 53.3%
Arquivo Distrital de Lisboa 41757 24318 10228 70.4% 1045 2372 -783 3.5% 42802 26690 9445 73.9%
Distrito de Lisboa 31259 22625 1423 94.1% 1036 1710 -130 0.9% 32295 24335 1293 95.0%
Outros distritos 10498 1693 8805 16.1% 9 662 -653 6.3% 10507 2355 8152 22.4%
Arquivo Distrital de Portalegre 19862 10184 115 98.9% 3 1961 -56 0.6% 19865 12145 59 99.5%
Arquivo Distrital do Porto 38952 32421 6531 83.2% 6 1218 -1212 3.1% 38958 33639 5319 86.3%
Arquivo Distrital de Santarém 14249 2532 10745 19.1% 1495 1432 -1039 9.9% 15744 3964 9706 29.0%
Arquivo Distrital de Setúbal 9966 9947 19 99.8% 1 15 -14 0.1% 9967 9962 5 99.9%
Arquivo Distrital de Viana do Castelo 12267 813 11454 6.6% 1638 1430 208 9.5% 13905 2243 11662 16.1%
Arquivo Distrital de Vila Real 24888 13604 11284 54.7% -1 863 -864 3.5% 24887 14467 10420 58.1%
Arquivo Distrital de Viseu 30087 4837 4669 50.9% 55 1456 -1547 16.0% 30142 6293 3122 66.8%
Arquivo e Museu Diocesano de Lamego 7908 7543 365 95.4% 3790 3961 -171 3.0% 11698 11504 194 98.3%1
Arquivo Regional da Madeira* 8774 437 8336 5.0% 0 0 0 0.0% 8774 437 8336 5.0%
Centro de Conhecimento dos Açores 5020 5020 0 100.0% 529 529 0 0.0% 5549 5549 0 100.0%
Arquivo Municipal Alfredo Pimenta* 2428 2428 0 100.0% 0 0 0 0.0% 2428 2428 0 100.0%
Arquivo Municipal de Mafra* 13 13 0 100.0% 0 0 0 0.0% 13 13 0 100.0%
Arquivo Histórico da Diocese de Vila Real 9693 0 9693 0.0% 807 0 807 0.0% 10500 0 10500 0.0%
Total 474587 191626 193023 49.8% 12114 38434 -25657 8.1% 486701 230060 167366 57.9%

1. O Arquivo e Museu Diocesano de Lamego segue o método original de adicionar os livros no catálogo ao mesmo tempo que os disponibiliza online. Isso leva a que as estatísticas apontem constantemente para uma percentagem de disponbilização acima dos 98%, quando na realidade deve rondar os 64% nesta altura.

Gráfico com a evolução do número absoluto de livros disponibilizados por cada Arquivo

Gráfico com a evolução do número relativo de livros disponibilizados por cada Arquivo