5 anos de tombo.pt

Parabéns a você, tombo.pt

Custa a acreditar, mas já passaram 5 anos desde o dia 4 de Junho de 2013, dia em que a base de dados do tombo.pt ficou completa. O site, nasceria um mês depois anunciando as novidades dos últimos 15 dias. Há 5 anos, os arquivos portugueses disponibilizavam apenas 41,8% dos 409.691 livros paroquiais catalogados. Entretanto, estão actualmente disponíveis 81,7% dos livros paroquiais anteriores a 19001, mais do dobro dos livros de então, em valor absoluto.

Continuando a nossa tradição de 2014, 2015, 2016 e 2017, apresentamos alguns dados sobre os últimos 12 meses nos Arquivos, antes de apresentarmos os dados sobre o tombo.pt.

1 ano nos Arquivos

Nos últimos 12 meses, os arquivos portugueses disponibilizaram 23.399 livros paroquiais, passando de 287.748 livros para o total de 311.147. Neste momento faltam disponibilizar cerca de 70 mil livros, uma tarefa hercúlea que ao ritmo actual tardará ainda, pelo menos, três anos.

Nos últimos dois anos estimámos em ambas as ocasiões um prazo de quatro anos, valor que se justificou na altura com a desaceleração do ritmo de publicação de livros paroquiais. Essa desaceleração foi ainda mais pronunciada este ano, tendo ocorrido 75 dias úteis sem novidades de livros paroquiais. Para comparação, no ano anterior foram registados 53 dias úteis sem novidades. No entanto, o elevado ritmo de disponibilização online por parte do Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira (ABM) com quase 6 mil livros, a que se juntaram este ano a Guarda e Évora com 4 mil livros cada, permitiu que o total de livros fosse superior ao do ano passado e que o valor da estimativa finalmente descesse. Sem o feito extraordinário do ABM, o total de livros teria sido inferior ao ano passado.


Gráfico com a evolução do número relativo de livros disponibilizados por cada Arquivo
Fig. 1: Gráfico com a evolução do número relativo de livros disponibilizados por cada Arquivo, à excepção de Aveiro, Coimbra, Faro, Guimarães, Lamego, Portalegre, Porto, Setúbal e Açores.


Este ano destacamos os seguintes eventos significativos:

15 de Dezembro de 2017
O acervo de livros paroquiais do distrito de Castelo Branco localizado em Lisboa começa a ser disponibilizado online. Durante este ano, o número de livros online deste distrito passou de 13 para 1082, tendo sido disponibilizados 1069 livros. Além destes, o ANTT disponibilizou ainda livros dos distritos de Beja, Guarda e Santarém.
4 de Janeiro de 2018
O total de livros paroquiais disponibilizados online ultrapassa os 300.000.
31 de Janeiro de 2018
O Arquivo Distrital de Aveiro começa a disponibilizar os livros paroquiais pertencentes ao Arquivo Diocesano de Aveiro.
21 de Fevereiro de 2018
O Arquivo Distrital de Castelo Branco dá por concluído o seu processo de digitalização e disponibilização online dos registos paroquiais.
15 de Março de 2018
O Arquivo Distrital de Bragança começa a disponibilizar os livros paroquiais pertencentes ao Arquivo Diocesano de Bragança-Miranda.
29 de Março de 2018
O Arquivo Distrital de Évora dá por concluído o seu processo de digitalização e disponibilização online dos registos paroquiais.
8 de Maio de 2018
Os Arquivos Distritais de Lisboa e de Santarém cumprem 100 anos desde a sua fundação como parte integrante do Arquivo Nacional.

Este ano os Arquivos distritais de Castelo Branco e Évora, juntaram-se aos Arquivos de Aveiro, Coimbra, Faro, Guimarães, Lamego, Portalegre, Porto, Setúbal e Açores no grupo dos arquivos que já concluíram o seu projecto de colocação online dos registos paroquiais. É possível que Braga também já tenha terminado ou esteja perto de terminar, uma vez que diminuiu bastante o ritmo de publicação de livros paroquiais desde há mais de um ano estando agora com mais de 95% dos seus livros paroquiais online. É provável que a Madeira se junte ao grupo de arquivos 'totalistas' já no próximo ano, uma vez que faltam apenas 1357 livros anteriores a 1900. O Arquivo de Viseu, apesar de publicar a um ritmo menor, está também perto de concluir a disponibilização online dos livros paroquiais.

O recordista deste ano foi a Madeira, tendo disponibilizado quase 6 mil livros online. Entre si, 3 arquivos (Madeira, Guarda e Évora) disponibilizaram quase 15 mil novos livros paroquiais.

Na tabela seguinte apresentamos a evolução detalhada das estatísticas:

Comparação entre as estatísticas de livros disponibilizados por cada arquivo
Arquivo Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
% Livros Digitalizados Não-duplicados
por digitalizar
%
4 de Junho de 2017 diferença 4 de Junho de 2018
Arquivo Nacional da Torre do Tombo 3291 56 2943 01,87% 27 1240 -1213 40,96% 3318 1296 1730 42,83%
Distrito de Santarém 3291 56 2943 01,87% 27 1240 -1213 40,96% 3318 1296 1730 42,83%
Arquivo Distrital de Aveiro 22189 22180 0 100,00% 3 0 3 -00,01% 22192 22180 3 99,99%
Arquivo Distrital de Beja 26215 15320 2412 86,40% 0 566 -566 03,19% 26215 15886 1846 89,59%
Arquivo Distrital de Braga 16951 15698 744 95,48% 1 20 0 00,01% 16952 15718 744 95,48%
Arquivo Distrital de Bragança 37396 7835 26446 22,86% 619 182 -151 00,51% 38015 8017 26295 23,37%
Arquivo Distrital de Castelo Branco 18655 17822 27 99,85% 0 831 -25 00,14% 18655 18653 2 99,99%
Arquivo Universitário de Coimbra 18670 17289 255 98,55% 86 16 40 -00,22% 18756 17305 295 98,32%
Arquivo Distrital de Évora 33224 15047 4149 78,39% 49 4287 -4128 21,51% 33273 19334 21 99,89%
Arquivo Distrital de Faro 9411 9111 35 99,62% 306 3 6 -00,07% 9717 9114 41 99,55%
Arquivo Distrital da Guarda 74616 11185 14661 43,28% 19 4626 -4197 16,90% 74635 15811 10464 60,18%
Arquivo Distrital de Leiria 12497 7194 1268 85,02% 11103 577 -29 01,23% 23600 7771 1239 86,25%
Arquivo Distrital de Lisboa 42590 27615 6615 80,67% 542 2051 -1724 05,17% 43132 29666 4891 85,85%
Distrito de Lisboa 34761 24856 1740 93,46% 542 890 -563 02,17% 35303 25746 1177 95,63%
Outros distritos 7829 2759 4875 36,14% 0 1161 -1161 15,21% 7829 3920 3714 51,35%
Distrito de Beja 362 0 362 00,00% 0 3 -3 00,83% 362 3 359 00,83%
Distrito de Bragança 151 0 151 00,00% 0 0 0 00,00% 151 0 151 00,00%
Distrito de Castelo Branco 2028 13 2015 00,64% 0 1069 -1069 52,71% 2028 1082 946 53,35%
Distrito de Coimbra 2 0 2 00,00% 0 0 0 00,00% 2 0 2 00,00%
Distrito de Faro 1614 1538 76 95,29% 0 0 0 00,00% 1614 1538 76 95,29%
Distrito da Guarda 2642 1122 1515 42,55% 0 11 -11 00,42% 2642 1133 1504 42,97%
Distrito de Santarém 946 12 744 01,59% 0 78 -78 10,32% 946 90 666 11,90%
Distrito de Vila Real 84 74 10 88,10% 0 0 0 00,00% 84 74 10 88,10%
Arquivo Distrital de Portalegre 19868 12148 49 99,60% 0 51 -44 00,36% 19868 12199 5 99,96%
Arquivo Distrital do Porto 39492 37255 502 98,67% -180 -182 3 -00,01% 39312 37073 505 98,66%
Arquivo Distrital de Santarém 16587 6064 5721 51,46% 410 574 -302 03,60% 16997 6638 5419 55,06%
Arquivo Distrital de Setúbal 9967 9962 5 99,95% 0 0 0 00,00% 9967 9962 5 99,95%
Arquivo Distrital de Viana do Castelo 14540 5984 6607 47,53% 11 805 -651 05,74% 14551 6789 5956 53,27%
Arquivo Distrital de Vila Real 24944 16469 9012 64,63% 0 250 -1314 03,84% 24944 16719 7698 68,47%
Arquivo Distrital de Viseu 30255 10390 320 97,01% 172 380 -191 01,80% 30427 10770 129 98,82%
Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira 8131 1404 5394 20,65% 1237 5951 -4037 63,77% 9368 7355 1357 84,42%
Centro de Conhecimento dos Açores 5552 5552 0 100,00% 0 0 0 00,00% 5552 5552 0 100,00%
Arquivo e Museu Diocesano de Lamego2 13721 13670 32 99,77% 88 86 2 -00,01% 13809 13756 34 99,75%
Arquivo Diocesano de Aveiro 0 0 0 00,00% 331 265 9 96,72% 331 265 9 96,72%
Arquivo Diocesano de Bragança-Miranda 0 0 0 00,00% 2092 820 1219 40,22% 2092 820 1219 40,22%
Arquivo Municipal Alfredo Pimenta 2495 2485 10 99,60% 0 0 0 00,00% 2495 2485 10 99,60%
Arquivo Municipal de Mafra 13 13 0 100,00% 0 0 0 00,00% 13 13 0 100,00%
Total 501270 287748 87207 76,74% 16916 23399 -17290 04,91% 518186 311147 69917 81,65%

1 ano no tombo.pt

Este ano, o site passou de uma média de 3250 visitantes diários para cerca de 3750, como se observa no gráfico seguinte:


Visitas diárias entre Junho de 2017 e Junho de 2018
Fig. 2: Visitas diárias entre Junho de 2017 e Junho de 2018


Do ponto de vista de novas funcionalidades existe pouco a destacar:

15 de Agosto de 2017
A página do tombo.pt no Facebook atinge os 5.000 gostos.
18 de Outubro de 2017
Passagem para novo servidor mais rápido, cortando para metade o tempo de geração de uma página.
22 de Outubro de 2017
Primeiro anúncio de livros administrativos e arranque da indexação periódica destes livros todos os sábados.
22 de Dezembro de 2017
Uso de HTTPS como protocolo predefinido.
16 de Maio de 2018
Conclusão do processo de tradução do site para a língua inglesa.

Para encerrar este balanço, o autor do tombo.pt gostaria de agradecer os gestos de carinho que recebemos através de 'gostos' no Facebook e doações por parte dos utilizadores do site. Um sincero e enorme obrigado a vocês utilizadores do tombo.pt, e aos trabalhadores dos Arquivos Portugueses sem os quais o site rapidamente estagnaria. Uma palavra de apreço aos voluntários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que microfilmaram a maioria destes livros, e aos administradores voluntários dos fóruns de Genealogia nas redes sociais, e aos administradores dos projectos portugueses na FTDNA.

1. A grande maioria dos livros posteriores a 1900 são remessas recentes das Conservatórias do Registo Civil, e como nunca foram microfilmados ou digitalizados pelos Mórmones poderão demorar algum tempo a serem colocados online.
2. O Arquivo e Museu Diocesano de Lamego segue o método original de adicionar os livros no catálogo ao mesmo tempo que os disponibiliza online,o que faz com que as estatísticas apontem constantemente para uma percentagem de disponibilização acima dos 98%, quando na realidade deve rondar nesta altura os 76%.